Início / Política / Cunha diz que governo não deve interferir na disputa pela Presidência da Câmara

Cunha diz que governo não deve interferir na disputa pela Presidência da Câmara

O líder do PMDB e candidato à Presidência da Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ), reagiu à participação de cinco ministros em almoço organizado hoje (28) para buscar apoio à

candidatura do petista Arlindo Chinaglia (SP), onde estiveram lideranças de vários partidos. De acordo com Cunha, não tem nenhum problema ter candidatos diferentes dentro da base governista, mas “significa você ter que respeitar a todos”.

“Se o governo interferir [na disputa], ele vai criar um descompasso entre aliados da mesma base. O almoço de alguns ministros que estão apoiando, eventualmente, é uma coisa. Não acho bom. Não deveria fazê-lo”, disse o peemedebista ao afirmar que o Parlamento é livre, soberano e independente para ter a disputa. Cunha disse que não está fazendo almoços com os ministros do seu partido.

Eduardo Cunha disse que quer saber se está havendo interferência, pressão, ameaças de oferecimento de vantagens, cargos e retaliações em função da disputa pela Presidência da Câmara. “Se é isso, não é uma coisa boa. Mostra a tentativa de interferência de um poder [Executivo] na eleição de outro poder [Legislativo]. O efeito vai ser o contrário. O poder vai se mostrar independente nesta eleição do dia 1º”, disse o candidato.

Perguntado se a movimentação dos ministros para ajudar a candidatura de Chinaglia era inútil ou indevida, Cunha disse que se for interferência dos ministros, ela é indevida. “Movimentação tem direito de fazer quem quiser. Isso é democracia. Ninguém vai questionar nada”, afirmou.

O deputado Arlindo Chinaglia disse que a reunião com as lideranças e dirigentes de oito partidos teve um peso importante na sua campanha, mas que ele vai continuar trabalhando para conquistar os votos necessários para sua eleição.  Ele disse que não está havendo interferência do governo na sua candidatura e que os ministros foram ao evento no horário de almoço deles.

Durante o almoço, as lideranças partidárias e os ministros conversaram sobre a formação de um bloco partidário de partidos da base governista visando à eleição para a Mesa Diretora da Câmara no próximo domingo (1º) e a formação das comissões técnicas da Casa que atuarão nesta legislatura.
 

Comentários

comentários

Veja Também

Dilma conversa com empresários brasileiros formas de ampliar relações com EUA

Idioma Português, Brasil fonte: Agência Brasil – Política Comentários comentários

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!