Início / Política / Teori Zavascki nega pedido de liberdade para ex-diretor da Petrobras

Teori Zavascki nega pedido de liberdade para ex-diretor da Petrobras

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou hoje (19) pedido de liberdade ao ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró. O ministro considerou que a concessão do habeas corpus é inviável.

Cerveró está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 14 de janeiro, por tentar ocultar seu patrimônio, segundo investigadores da Operação Lava Jato.

Na semana passada, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou Cerveró por lavagem de dinheiro. De acordo com a acusação, parte da propina recebida por ele foi enviada ao exterior, por meio de empresas sediadas no Uruguai, na Inglaterra, Espanha e Suíça.

A denúncia cita como prova do crime a compra de um apartamento avaliado em R$ 7,5 milhões, no Rio de Janeiro, por meio da empresa Jolmey do Brasil, criada, segundo a acusação, para ocultar o dinheiro recebido pelo ex-diretor.

Na petição, a defesa do ex-diretor negou que ele tenha recebido propina e pediu que a prisão fosse convertida em medidas cautelares, como prisão domiciliar.

Comentários

comentários

Veja Também

Publicação da ata da convenção municipal do Partido dos Trabalhadores

Publicação da ata da convenção municipal da comissão provisória de Maraú do Partido dos Trabalhados …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!