Início / Política / Governo está otimista em relação à continuidade do ajuste fiscal, diz ministro

Governo está otimista em relação à continuidade do ajuste fiscal, diz ministro

O diálogo positivo com a Câmara e o Senado deixa o governo otimista em relação à continuidade da aprovação das medidas de ajuste fiscal, disse o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva, após participar da reunião de coordenação política, na manhã de hoje (11).

Integram a coordenação política do governo a presidenta Dilma Rousseff, ministros e líderes da base aliada.

Segundo Edinho Silva, os integrantes da reunião avaliaram como positivo o início das votações das medidas de ajuste fiscal enviados pelo governo ao Congresso Nacional.

De acordo o ministro, o diálogo positivo com a Câmara e o Senado deixa o governo confiante na continuidade da aprovação das medidas. “O diálogo com a Câmara e o Senado tem sido franco, transparente e isso nos dá muita confiança na aprovação das medidas”, disse.

Na semana passada, o texto-base da Medida Provisória 665, que altera regras do seguro-desemprego, seguro defeso e abono salarial, foi aprovada na Câmara dos Deputados. “Foi uma votação importante: garantiu que déssemos o primeiro passo nas condições legais para que o Brasil faça o ajuste e para que esse ajuste seja o início de um processo transitório e que, rapidamente, o Brasil retome seu crescimento econômico de forma sustentável”, disse Silva.

Segundo o ministro, a presidenta Dilma ficou “muito agradecida” aos parlamentares e ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, pela forma como a votação foi conduzida.

A medida 665 segue para votação no Senado. Outra medida de ajuste fiscal, a 664, que altera normas de pensão, aguarda votação no plenário da Câmara.

Em relação ao fato de os deputados do PDT, partido que compõe a base aliada do governo, não terem votado alinhados com o governo, o ministro negou que isso crie mal estar [no âmbito do governo] e reafirmou que o balanço sobre a votação na Câmara foi positivo. “A presidenta Dilma respeita o parlamento brasileiro e a diversidade de opiniões”, disse Edinho Silva.

Em relação ao plano de investimentos em infraestrutura e concessões, que está sendo elaborado pelo governo, Edinho Silva não estabeleceu data para o anúncio, mas disse que será em breve. “Esperemos que, em breve, o plano seja fechado do ponto de vista da sua viabilidade e formato. Será o maior plano de investimento da história recente, principalmente na área de logística”, disse.

Além da presidenta Dilma Rousseff, participaram da reunião de coordenação política o vice-presidente, Michel Temer, onze ministros e líderes do governo na Câmara e no Senado.

Comentários

comentários

Veja Também

Dilma conversa com empresários brasileiros formas de ampliar relações com EUA

Idioma Português, Brasil fonte: Agência Brasil – Política Comentários comentários

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!