Início / Política / Lava Jato: Procuradoria defende continuidade de inquéritos contra parlamentares

Lava Jato: Procuradoria defende continuidade de inquéritos contra parlamentares

A Procuradoria-Geral da República enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF ) pareceres a favor da continuidade de inquéritos contra parlamentares citados na Operação Lava Jato.

Segundo a procuradoria, há indícios para o prosseguimento das investigações contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), além dos senadores Antônio Anastasia (PSDB-MG), Valdir Raupp (PMDB-RO), o ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão, da ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney e contra o vice-governador da Bahia João Leão.

O parecer da PGR foi motivado por recursos dos investigados para arquivar os inquéritos sob a alegação de falta de indícios para o prosseguimento das ações. Para a procuradoria, é necessário o aprofundamento da investigação. “A finalidade do inquérito é justamente angariar elementos que forneçam justa causa para a ação penal. Somente se instaura o procedimento investigatório quando os elementos ainda não forem suficientes para o oferecimento, desde logo, da ação penal. A existência de diversas diligências a cumprir apenas reforça, pois, o absoluto desacerto da pretensão”, informa a procuradoria.

Os inquéritos contra parlamentares foram abertos no Supremo, no dia 6 de março, com base nos depoimentos de delação do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Comentários

comentários

Veja Também

Publicação da ata da convenção municipal do Partido dos Trabalhadores

Publicação da ata da convenção municipal da comissão provisória de Maraú do Partido dos Trabalhados …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!