Início / Política / São Paulo: CUT e movimentos sociais protestam contra a terceirização

São Paulo: CUT e movimentos sociais protestam contra a terceirização

O ato da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em comemoração pelo Dia do Trabalho, em São Paulo, começou com uma passeata no centro da cidade. Sindicalistas e militantes de movimentos sociais se concentraram em três pontos e saíram em caminhada em direção ao Vale do Anhangabaú. No local foi montado o palco onde ocorrerão o show musical e os discursos de políticos e lideranças sindicais.

O Projeto de Lei (PL) 4330 de 2004, que regulamenta a terceirização, inclusive da atividade-fim das empresas, é o principal alvo dos protestos. “É acabar com a CLT [Consolidação das Leis do Trabalho]. Acabar com as férias e a carteira assinada”, disse o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, ao criticar a proposta. O projeto está em tramitação no Congresso Nacional.

Segundo o sindicalista, caso a proposta, que já foi aprovada pela Câmara dos Deputados, passe também pelo Senado, as centrais sindicais e movimentos sociais vão se mobilizar para pressionar a presidenta Dilma Rousseff a vetar o projeto. “Nós vamos organizar uma greve geral pelo veto”, ressaltou Freitas sobre os próximos passos se o PL continuar a avançar.

Participam do evento unificado o Movimento dos Trabalhdores Sem Teto (MTST), a Coordenação Nacional de Entidades Negras, a Marcha Mundial de Mulheres, o Movimento dos Atingidos Por Barragens e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), além da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Comentários

comentários

Veja Também

Publicação da ata da convenção municipal do Partido dos Trabalhadores

Publicação da ata da convenção municipal da comissão provisória de Maraú do Partido dos Trabalhados …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!