Início / Política / Dilma: terceirização deve manter diferenciação para atividades-meio e fim

Dilma: terceirização deve manter diferenciação para atividades-meio e fim

A regulamentação da terceirização deve manter a diferenciação para atividades-meio e fim nos vários setores produtivos, disse hoje (1º) a presidenta Dilma Rousseff em sua segunda mensagem pelo Dia do Trabalho, nas redes sociais.

Dilma destacou também que o Projeto de Lei (PL) 4330, em tramitação no Congresso Nacional, ajudará a proteger o emprego de 12,7 milhões de trabalhadores terceirizados que, segundo a presidenta, terão assegurados a “proteção no emprego, os direitos trabalhistas e previdenciários e garantia de um salário digno”.

Dilma disse ainda que a medida significa maior segurança para o empregador.

O PL foi aprovado na Câmara dos Deputados no dia 22 de abril e estabelece a terceirização da atividade-fim. O projeto agora será debatido e votado no Senado. Hoje o trabalho terceirizado é regido por uma súmula do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Neste 1º de maio, em vez de fazer o tradicional pronunciamento do Dia do Trabalho no rádio e na TV, a presidenta Dilma Rousseff decidiu usar as redes sociais para lembrar a data e dialogar com os trabalhadores.

Na sua segunda mensagem, Dilma destacou ainda que é preciso assegurar ao trabalhador a garantia aos direitos conquistados nas negociações salariais, proteger a Previdência Social da perda de recursos para garantir a sua sustentabilidade e que o seu governo tem o compromisso de manter os direitos e as garantias dos trabalhadores.

Assista aqui a íntegra da mensagem da presidenta Dilma Rousseff pelo Dia do Trabalho.

Comentários

comentários

Veja Também

Publicação da ata da convenção municipal do Partido dos Trabalhadores

Publicação da ata da convenção municipal da comissão provisória de Maraú do Partido dos Trabalhados …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!