Início / Mundo / Chanceler alemã se diz consternada com morte do russo Boris Nemtsov

Chanceler alemã se diz consternada com morte do russo Boris Nemtsov

A chanceler alemã, Ângela Merkel, declarou-se hoje (28) “consternada” pela “morte covarde” do opositor russo e antigo vice-primeiro-ministro Boris Nemtsov, segundo comunicado da chancelaria divulgado hoje. Ela apela ao dirigente russo Vladmir Putin para que tudo será esclarecido e os autores do assassinato punidos.

De acordo com o comunicado, Ângela Merkel realçou “a coragem do antigo vice-primeiro-ministro, que continuou a expressar publicamente as suas críticas à política do governo”.

O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walter Steinmeier, mostrou-se, por seu lado, “triste e furioso”, acrescentando que está em “choque, como inúmeras pessoas na Rússia”, por esta “morte a sangue-frio”.

Boris Nemtsov, de 55 anos, do Partido Republicano da Rússia, foi alvejado na noite de sexta-feira (27) quando passeava perto do Kremlin.

Entre os vários cargos políticos ocupados por Nemtsov estão o de governador da região de Nizhny Novgorod – no centro da Federação Russa -, deputado e vice-primeiro-ministro no final dos anos 1990, sob a presidência de Boris Yeltsin.

Comentários

comentários

Veja Também

EUA suspendem isenção de vistos para 38 países de três continentes

Os Estados Unidos anunciaram hoje (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!