Início / Mundo / Premiê japonês classifica como “desprezíveis” ameaças do Estado Islâmico

Premiê japonês classifica como “desprezíveis” ameaças do Estado Islâmico

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, considerou hoje (28) “absolutamente desprezíveis” as ameaças do Estado Islâmico que prometeu, terça-feira

(27), executar em 24 horas um jornalista japonês e um piloto jordaniano caso Amã não liberte uma iraquiana condenada à morte.

“Estas ameaças são completamente desprezíveis”, disse Shinzo Abe a jornalistas.

O chefe do governo japonês acrescentou também sentir “profunda indignação”, pois a situação é difícil. Apelou a todos os ministros para “atuarem juntos para a libertação de [Kenji] Goto”, o jornalista feito refém pelos jihadistas.

Em vídeo divulgado ontem, o grupo terrorista ameaçou matar em 24 horas o jornalista japonês e o piloto jordaniano. Para evitar os assassinatos, exige que as autoridades de Amã libertem uma iraquiana presa e condenada à morte por atos de terrorismo. No vídeo, Kenji Goto aparece segurando uma foto do piloto Maaz Al Kassasbeh.

Comentários

comentários

Veja Também

EUA suspendem isenção de vistos para 38 países de três continentes

Os Estados Unidos anunciaram hoje (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!