Início / Mundo / Terroristas ameaçam matar japonês e jordaniano nas próximas horas

Terroristas ameaçam matar japonês e jordaniano nas próximas horas

Em um vídeo divulgado hoje (27), o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) ameaçou matar em 24 horas um jornalista japonês e um piloto jordaniano. Para evitar os assassinatos, o grupo

extremista exige que as autoridades de Amã libertem uma iraquiana presa e condenada à morte por atos de terrorismo. No vídeo, o jornalista Kenji Goto aparece segurando uma foto do piloto da Jordânia Maaz al-Kassasbeh.

Na semana passada, o grupo terrorista, que atua na Síria e no Iraque, divulgou outro vídeo no qual ameaçava matar dois japoneses – o empresário Haruna Yukawa, de 42 anos, e o jornalista Kenji Goto -, caso o governo japonês não pagasse US$ 200 milhões no prazo de 72 horas.

Como o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que seu governo “não se curva perante terroristas” e que “o Japão vai contribuir na luta da comunidade internacional a favor da paz e contra o terrorismo”, o EI divulgou novo vídeo em que Kenji Goto informava que seu compatriota havia sido executado.

De acordo com o EI, Haruna Yukawa foi sequestrado em agosto do 2014, quando, supostamente, dava apoio logístico a um grupo rebelde rival envolvido na guerra civil síria. Kenji Goto viajou à Síria para cobrir o conflito no início de outubro do ano passado e deveria ter retornado ao Japão no fim daquele mês, mas foi capturado e feito refém.

Comentários

comentários

Veja Também

EUA suspendem isenção de vistos para 38 países de três continentes

Os Estados Unidos anunciaram hoje (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!