Início / Mundo / AirAsia: Exército indonésio anuncia fim das operações de busca

AirAsia: Exército indonésio anuncia fim das operações de busca

O Exército indonésio encerrou hoje (27) as operações, no Mar de Java, para retirada do avião da AirAsia, após várias tentativas fracassadas de recuperar a fuselagem e encontrar mais corpos.

O avião caiu no mar em 28 de dezembro do ano passado.

“As nossas forças foram retiradas” da zona de busca, ao largo da Ilha do Bornéu, declarou o contra-almirante Widodo, que supervisionava as operações de busca e socorro. “Pedimos desculpa às famílias das vítimas”, acrescentou.

O chefe da agência de busca e socorro indonésio, Bambang Soelistyo, informou que seriam mantidos alguns trabalhos. “Vamos continuar tentando corresponder às expetativas dos parentes das vítimas, mas a operação não terá grande dimensão.”

Até agora, foram recuperados apenas 70 corpos das 162 pessoas que estavam a bordo do Airbus A320-200, que fazia a ligação entre a cidade indonésia de Surabaia e Cingapura.

Um porta-voz do Exército indonésio Faud Basya indicou que a fuselagem estava destruída. “Quando tentamos levantar a fuselagem, ela se partiu. Não podemos encontrar mais corpos”, declarou.

Desde sábado (24), as equipes indonésias fixaram flutuadores gigantes à fuselagem, a 30 metros de profundidade, na tentativa de emergir os destroços e recuperar corpos presos. A fuselagem flutuou durante dois minutos, mas voltou a afundar.

As caixas-pretas foram recuperadas e estão sendo analisadas pelos investigadores que deverão apresentar um relatório preliminar na quinta-feira (29). De acordo com o ministro dos Transportes indonésio, Ignasisus Jonan, o avião fez uma subida rápida, antes de cair no mar.

Um relatório preliminar da agência meteorológica da Indonésia indicou que as condições atmosféricas “desencadearam o acidente”. A geada pode ter causado a queda da aeronave, que encontrou nuvens com temperaturas entre -80 graus Celsius (ºC) e -85ºC. Vários peritos, no entanto, questionaram essa hipótese, por considerarem que as informações disponíveis eram insuficientes para estabelecer, com exatidão, as causas do acidente.

Comentários

comentários

Veja Também

EUA suspendem isenção de vistos para 38 países de três continentes

Os Estados Unidos anunciaram hoje (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!