Início / Mundo / OMS reconhece que foi lenta para responder à epidemia do vírus ebola

OMS reconhece que foi lenta para responder à epidemia do vírus ebola

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu hoje (25) que foi lenta para responder à epidemia do ebola e que isso deve servir de lição para o futuro.

Na abertura

da reunião de emergência para reestruturação do combate à doença, a diretora da OMS, Margaret Chan, estimou que, apesar de uma pausa na evolução da epidemia, não há “espaço para complacência”. Acrescentou que o progresso contra a doença pode ser rapidamente perdido.

Reafirmando que a OMS foi lenta no controle da epidemia, ela apelou para uma maior mobilização da organização.

“A África Ocidental foi confrontada com sua primeira experiência do vírus. O mundo e a OMS têm sido lentos para obsevar o que estava ocorrendo à nossa frente”, afirmou Margaret Chan aos delegados da organização, que participam da terceira reunião urgente da história da entidade.

“A tragédia do ebola ensinou o mundo inteiro, incluindo a OMS, a prevenir-se contra a situação no futuro”, salientou, afirmando que “o mundo imprevisível dos micróbios reserva surpresas”.

Para a diretora, “o mundo não deverá ser apanhado de surpresa”. Ela também pediu maior vigilância mundial sobre a doença e mais recursos financeiros para combater o ebola.

Depois de detetado, em dezembro de 2013, mais de nove mil pessoas morreram por causa da doença. A maioria dos casos ocorreu na Libéria, Guiné e em Serra Leoa.

Comentários

comentários

Veja Também

EUA suspendem isenção de vistos para 38 países de três continentes

Os Estados Unidos anunciaram hoje (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!