Início / Mundo / ONU: mais de 500 mil deixam casas por causa de violência no Iêmen

ONU: mais de 500 mil deixam casas por causa de violência no Iêmen

A violência no Iêmen causou a morte de 1.850 pessoas e forçou cerca de 500 mil a abandonarem as suas casas, anunciaram hoje (19) porta-vozes da Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra.

Segundo o Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, o organismo da ONU que administra as situações de emergência, que cita dados do serviço de saúde do Iêmen, informou que há 7.394 feridos.

Adrian Edwards, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), indicou que o número de deslocados desde março é estimado em mais de 545 mil. Adiantou que as tréguas, de cinco dias e que terminaram na segunda-feira (18), permitiram ao “Acnur enviar mais ajuda” por terra ou avião, a partir dos centros de distribuição em Sanaa e Aden (Sul do país).

No entanto, segundo Elisabeth Byrs, porta-voz do Programa Alimentar Mundial (PAM), as tréguas não foram “suficientemente longas” para permitir a distribuição de toda a ajuda alimentar. O PAM conseguiu distribuir cerca de metade do previsto e socorreu 400 mil pessoas.

Comentários

comentários

Veja Também

EUA suspendem isenção de vistos para 38 países de três continentes

Os Estados Unidos anunciaram hoje (16) que irão modificar as regras para isenção de vistos …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!