Início / Destaques / TRE pede reprovação das contas eleitorais da prefeita Gracinha Viana

TRE pede reprovação das contas eleitorais da prefeita Gracinha Viana

Parecer técnico do Tribunal Regional Eleitoral publicado hoje (24) no sistema de acompanhamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta sérias irregularidades nas doações para a campanha eleitoral da Prefeita Gracinha Viana, reeleita no último dia 02 de outubro.

Segundo o documento, pelo menos R$37.489,46 teriam sido recebidos de funcionários da Prefeitura Municipal de Maraú, podendo caracterizar doação empresarial indireta, além de outros R$51.901,00 em doações financeiras acima de R$1.064,10 efetuadas de forma distinta da opção de “transferência eletrônica”, o que é proibido pelo TSE.

O parecer ainda aponta o recebimento de R$3.000,00 de pessoas responsáveis por empresa recebedora de recursos públicos, o que “pode indicar o ingresso de recursos públicos indiretamente nas campanhas eleitorais” e, ainda, doação de R$5.000,00 por pessoa física desempregada há mais de 60 dias o que pode caracterizar o  “recebimento de doação por doador que não tenha capacidade econômica para fazer a doação, desconhecendo-se a real origem dos recursos”.

Há ainda a ausência de comprovante de aluguel do imóvel onde funcionou o comitê eleitoral da prefeita e a inconsistência no saldo financeiro das contas eleitorais.

Gracinha Viana ainda terá prazo legal para justificar suas contas, mas caso o pedido de reprovação seja mantido ela poderá ter seu registro de candidatura ou diploma cassados além de se tornar inelegível por 8 anos.

Clique aqui para ler o relatório completo

 

Comentários

comentários

Veja Também

BahiaNet – COMUNICADO DE MANUTENÇÃO CORRETIVA

Caro cliente, Informamos que a rede da cidade de Maraú poderá apresentar instabilidade momentânea em …

2 comentários

  1. Pq não publica a nossa vitória tbm? E as contas do 40 pq não publica? O Edital 44/2016 autoriza como sem irregularidade, e nossa prefeita vai ser diplomada no dia 15 e a JACUZADA tá convidada

    • O TRE ainda não publicou parecer sobre as contas eleitorais da candidata Vera Sarmento, mas tão logo publique noticiaremos. Sobre o edital 44/2016, ele segue os trâmites normais de diplomação dos candidatos eleitos, haja vista que ainda a juíza eleitoral não proferiu sentença a respeito das contas da candidata Gracinha Viana, conforme informamos na matéria logo acima.

Deixe uma resposta