Início / Maraú / [Maraú] Professores do distrito de Ibiaçú e Região emitem “Carta de Esclarecimento”

[Maraú] Professores do distrito de Ibiaçú e Região emitem “Carta de Esclarecimento”

Para professores, atitude foi autoritária

Para professores, atitude da prefeita foi autoritária

Documento enviado ao Maraú Notícias pelos professores do distrito de Ibiaçú e região, classifica como autoritária a atitude da prefeita

Gracinha Viana em tentar aprovar o projeto de lei que extingue todas as vantagens legais concedidas aos docentes do município.

Leia na íntegra:

Os professores do Município de Maraú vêm a público esclarecer que a nossa “LUTA” é em prol da garantia dos direitos adquiridos pela categoria em 2008, fruto de muita luta da classe junto ao nosso sindicato – APLB. Esclarecemos aos pais de nossos alunos que a paralisação nos dias 24 e 25, se deu por conta da necessidade de irmos até a sede do município para conhecermos os fatos que fizeram a Prefeita desrespeitar os profissionais de educação do município de Maraú.

É vergonhoso e, portanto inaceitável, que em pleno século XXI, e com tantos avanços na legislação brasileira, no tangente a Educação, voltemos ao tempo do ”cabresto”, tempo em que homens e mulheres do povo eram tratados como animais, incapazes de pensar e decidir com autonomia cidadã. A atitude da atual prefeita a Srª Gracinha Viana, como é conhecida, constitui uma ditadura, ao tentar ter aprovado pela Câmara de Vereadores do Município de Maraú o Projeto de lei de nº 016/2013 sem passar pelos trâmites legais e, sendo assim, construído de forma ilegal, sem representação das partes interessadas, feito às pressas, juntamente com a Secretária Municipal de Educação, enviado a Câmara na noite de terça-feira(24), para ser julgado e aprovado na seção de quarta-feira (25), com propostas indecentes de redução de 25% das vantagens do professor para 0,1%, contrariando e desrespeitando os prazos legais, e o nosso Plano de Carreira aprovado e regulamentado por lei municipal em 2012, lesando os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras de educação que vivenciam o “chão da escola”.

Nossa indignação é ainda maior quando vemos as pessoas que na gestão passada estavam empenhados na elaboração do projeto do Plano de Carreira, tendo convenientemente, atitudes contraditórias de apoio à ação da Prefeita, a exemplo da Secretária de Educação a Srª Nilzete Santana, e a supervisora educacional a Srª Sara Alves, lembramos às mesmas que, quem da sala de aula veio, para a sala de aula voltará…

Não podemos deixar de registrar também o nosso repúdio a atitude da Secretária de Saúde a Srª Juliana Lemos, ao fechar todos os Postos de Saúde, negligenciando um serviço de necessidade básica, convocando os seus funcionários para fazer número na seção da Câmara, na tentativa frustrada, de tumultuar e intimidar a nossa luta. Saiba que somos acima de tudo Educadores no sentido amplo da palavra, e sabemos conduzir de forma pacífica e diplomática situações medíocres como esta.

Por fim, contrariando tudo que dizem a respeito de nós professores, todas as autoridades entraram e saíram do recinto, sem vaias ou quaisquer outro tipo de manifestações constrangedoras, por entendermos que a base de toda e qualquer discussão permeia pelo respeito ao ser humano e sendo assim, da educação, como não poderia deixar de ser, pois somos PROFESSORES.

Nossos agradecimentos aos Vereadores (Tonton, Bobô, Rogério, Damião, Mando Limp, Regis, Gustavo e Bonitinho), que de forma digna defenderam e compartilharam da nossa causa, conduzindo com o respeito e a moralidade que se espera desta casa.

Comentários

comentários

Veja Também

Confira a promoção de Natal da Bahianet

A Bahianet iniciou sua promoção de natal, com um show de prêmios e descontos especiais. …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!