Início / Esportes / Polícia Civil gaúcha indicia quatro pessoas por injúria racial contra goleiro

Polícia Civil gaúcha indicia quatro pessoas por injúria racial contra goleiro

Goleiro dos Santos Aranha

O goleiro santista, Aranha (Foto: Ricardo Saibun/Flickr Santos FC/Divulgação)

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou hoje (30) quatro torcedores do Grêmio por injúria

racial contra o goleiro do Santos, Aranha. O atleta foi insultado no dia 28 de agosto, na Arena do Grêmio, durante uma partida contra o Santos pela Copa do Brasil.

Veja também no Portal EBC:

Goleiro Aranha é hostilizado na volta ao estádio do Grêmio

Após insultos racistas, Aranha registra Boletim de Ocorrência em delegacia de Porto Alegre

Racismo e injúria racial são crimes que têm leis e penas específicas

Em entrevista coletiva, o delegado Cleber Ferreira informou que os indiciados – uma mulher e três homens – foram flagrados proferindo ofensas ao goleiro no estádio. São eles: Patrícia Moreira, Éder de Quadros Braga, Rodrigo Machado Rychter e Fernando Moreira Ascal. Segundo a Polícia Civil, três pessoas ainda precisam ser identificadas.

Ainda de acordo com a polícia, os quatro torcedores estão sendo responsabilizados pelo crime de injúria qualificada, descrito no Artigo 140, Parágrafo 3 do Código Penal. Um deles também será indiciado por furto, já que aparece nas imagens furtando o boné de um segurança para descaracterizar sua imagem.

Confira a reportagem do Repórter Brasil

Editora: Nádia Franco

 

Comentários

comentários

Veja Também

Atletas que vão participar dos Jogos de 2016 visitam obras do Parque Olímpico

Atletas que vão participar dos Jogos Olímpicos Rio 2016 visitaram nesta terça-feira (15) as obras …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!