Início / Brasil / São Paulo deixa estado de atenção para enchentes

São Paulo deixa estado de atenção para enchentes

Todas as regiões do município de São Paulo deixaram o estado de atenção para enchentes. No momento, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), há apenas um ponto de alagamento na cidade, na Avenida Presidente Wilson, no bairro do Ipiranga.

Mais cedo, as fortes chuvas que atingiram a capital paulista colocaram bairros das zonas leste, sul e central em estado de alerta.

A enchente do Rio Tamanduateí inundou ruas do Ipiranga e da Sé. O Córrego da Mooca transbordou na altura da Avenida Professor Luiz Inácio de Anhaia Melo.

A operação da Linha 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) ficou interrompida devido a alagamentos entre o trajeto das estações Brás e Santo André. No momento, opera normalmente. A Linha 7-Rubi também ficou parada entre as estações Luz e Pirituba e agora opera com velocidade reduzida.

Os trens das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás do Metrô permanecem circulando com velocidade reduzida. A única que opera normalmente é a Linha 4-Amarela. Na Estação Barra Funda da CPTM, um trem foi depredado em razão da demora do fluxo na linha. A composição precisou ser retirada para ser retomada a operação na estação.

De acordo com a Polícia Militar (PM), pessoas que estavam na estação acionaram a polícia alegando que havia um quebra-quebra na plataforma de embarque. Policiais da região foram deslocados para averiguar a situação. Segundo a assessoria de imprensa da PM, não há ainda informações sobre detidos.

A chuva causou o maior congestionamento do ano na cidade. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 19h, 33,8% das vias monitoradas da capital, equivalentes a 294 quilômetros (Kms), estavam congestionadas, superando o registrado em 7 de janeiro (28,7%, ou 181 Kms).

Um homem morreu eletrocutado após queda de uma árvore na Rua Tupi, próximo ao número 330, na região do Pacaembu, de acordo com os Bombeiros. A árvore atingiu a fiação elétrica da rua. A vítima teve contato com os fios e sofreu uma parada cardiorrespiratória.

* Colaboraram Camila Boehm e Elaine Patricia Cruz

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!