Início / Brasil / Ministério do Trabalho interdita trecho de obras da nova Rio-Petrópolis

Ministério do Trabalho interdita trecho de obras da nova Rio-Petrópolis

A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro (SRTE/RJ) confirmou hoje (23) a interdição do trecho do Km 85 da obra da nova estrada de acesso a Petrópolis, na região serrana do estado. A decisão foi tomada após fiscalização na última sexta-feira (20), por causa de um acidente ocorrido no dia anterior (19), no qual um trabalhador morreu durante escavação de parte de um túnel.

De acordo com a SRTE, foi constatado grave e iminente risco à integridade dos trabalhadores.

“O consórcio deixou de garantir a proteção contra projeção de partículas em área de explosão, o que pode explicar o acidente que gerou a morte de um trabalhador”, disse a auditora fiscal do Trabalho Elaine Castilho, durante a fiscalização. Elaine informou ter pedido laudos de um geólogo para especificar o tipo de rocha existente e o detalhamento dos procedimentos usados pela equipe de engenharia de túnel do consórcio para garantir a segurança dos trabalhadores responsáveis pelas explosões.

Conforme a SRTE/RJ, também foram constatadas irregularidades nas vias de acesso ao túnel, como a falta de proteção para trânsito e a necessidade de revisão das mangueiras de ar comprimido e de água, que já tinham sido motivo de interdição anterior.

No laudo, a auditora incluiu a falta de proteção contra riscos de choque elétrico nos contêineres da área de vivência e o descumprimento das disposições legais e regulamentares sobre a segurança do trabalho.

A obra de construção da pista que substituirá a atual Rio-Petrópolis tem aproximadamente 20 quilômetros de extensão. Em setembro, uma equipe de auditores da SRTE/RJ constatou dez irregularidades, gerando a interdição parcial do consórcio. Em novembro, novas interdições ocorreram por inconformidade nas cortinas instaladas na lateral da pista para impedir o desmoronamento das encostas durante as obras.

Em nota, a Concer, empresa responsável pelo Consórcio Nova Subida da Serra, informou que as obras prosseguem normalmente, assim como a programação de interdições. A exceção ocorre na galeria de serviço do túnel, cumprindo orientação do Ministério do Trabalho, que aguarda a apresentação de documentação relativa àquela seção da obra.

Segundo a Concer, o ministério será atendido com a maior brevidade possível.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!