Início / Brasil / Operação especial vai organizar fluxo de ônibus em rodoviária do Rio no carnaval

Operação especial vai organizar fluxo de ônibus em rodoviária do Rio no carnaval

O entorno da Rodoviária Novo Rio recebe, a partir de hoje (11), operação especial para atender os milhares de passageiros aguardados para o carnaval na cidade. A ação, que vai até

o dia 23, conta com o apoio de 60 homens das secretarias municipal e estadual de Transportes, do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), da Companhia de Desenvolvimento Rodoviário de Terminais do Estado do Rio de Janeiro (Coderte), da Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (Cet-Rio) e da concessionária Porto Novo – responsável pela execução de obras e prestação de serviços na zona portuária.

O secretário de Estado de Transportes, Carlos Roberto Osorio, disse que uma das ações será ordenar a entrada e saída de ônibus, em número maior que o habitual, no terminal. “Uma das preocupações é o acúmulo de ônibus e horários extras que acaba gerando impactos no trânsito no entorno da rodoviária. Essa operação também busca minimizar os impactos, criando bolsões de estacionamento de ônibus e a entrada de maneira ordenada no terminal rodoviário, para que aqueles que estejam circulando no interior da Rodoviária Novo Rio não sejam impactados ou sejam impactados de maneira menos aguda pela operação”, afirmou.

Durante a operação, a Secretaria Municipal de Transportes será responsável pela vistoria no sistema de táxis e ônibus municipais que operam no embarque e desembarque da rodoviária. De acordo com o secretário Rafael Picciani, “esse trabalho conjunto vai garantir segurança, conforto e um serviço de transporte mais adequado a todos que chegam e partem do Rio de Janeiro”, comentou

Já o Detro será responsável por combater o transporte irregular de passageiros por vans, carros particulares e ônibus. A Coderte acompanhará a operação no terminal rodoviário, de modo a garantir um bom atendimento aos usuários. A CET-Rio e a concessionária Porto Novo coordenarão os acessos dos ônibus, administrando também a circulação dos carros alegóricos na região próxima à rodoviária.

Ainda de acordo com o plano, a CET-Rio disponibilizou área de abastecimento, localizada na pista lateral da Avenida Brasil, no sentido Centro e na Rua Monsenhor Manuel Gomes, fechada para obras de infraestrutura, para que o local seja utilizado como ponto de espera para ônibus que aguardam a vez para entrarem na rodoviária.

Uma das estratégias adotadas pelo governo do estado é a descentralização dos pontos de embarque para os principais destinos turísticos do estado. Os moradores da região metropolitana terão serviços saindo do Terminal Rodoviário de Campo Grande, na zona oeste, dos terminais de Nilópolis e Nova Iguaçu, na baixada fluminense, e do terminal Alcântara em São Gonçalo, partindo para as regiões dos Lagos, Serrana e Costa Verde, garantindo assim uma diminuição do fluxo na Rodoviária Novo Rio.

Com itinerários alternativos, o morador de Campo Grande, por exemplo, não vai precisar se deslocar para o centro do Rio. “O passageiro poderá sair do próprio terminal e viajar para a Região dos Lagos através do Arco Metropolitano, evitando assim o congestionamento natural na Avenida Brasil e na Ponte Rio-Niterói, ou seja, os moradores terão ônibus intermunicipais saindo mais perto de casa”, concluiu o secretário Carlos Roberto Osorio.

Os moradores da cidade esperam que o tempo de viagem seja reduzido com as medidas adotadas. A estudante Ana Eliz Freitas, de 19 anos disse que nos últimos dois anos, ela e um grupo de amigos levaram em média cinco horas para chegar em Saquarema, na Região dos Lagos. “Espero com essa operação, que a vida dos passageiros e dos motoristas, quer estejam de ônibus ou de carro, seja facilitada, porque é uma experiência muito cansativa, desagradável”, disse.

Segundo o Consórcio Novo Rio, grupo que administra a rodoviária, aproximadamente 389 mil pessoas utilizarão o terminal para viagens durante o Carnaval. A maioria das passagens já foi vendida, mas as empresas poderão disponibilizar horários extras, de acordo com a demanda de passageiros. Os embarques serão realizados a cada 30 minutos, principalmente para os destinos mais procurados, como as regiões dos Lagos e Serrana do Rio de Janeiro.
 

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!