Início / Brasil / Campanha solidária estimula doação de sangue antes do carnaval no Rio

Campanha solidária estimula doação de sangue antes do carnaval no Rio

Até as 18h de hoje (31), qualquer pessoa saudável, com mais de 18 anos e mais de 50 quilos pode participar da ação solidária Rolezinho no HemoRio, com o objetivo de

conseguir a doação de 450 litros de sangue, como presente para os 450 anos da cidade do Rio de Janeiro. Esta é a primeira ação solidária envolvendo as comemorações que vai ter, em março, uma semana dedicada à cidadania.

Um dos organizadores da ação, o designer Frederico Tannenbaum, explica que o a doação de sangue é o primeiro evento apoiado pela empresa social Cidadão 10, criada por ele e um grupo de amigos como uma rede social com foco na cidadania, para ajudar na estruturação de campanhas de divulgação de ações solidárias com estratégias marketing.

“A ideia é alavancar eventos de cidadania com marketing, talvez até conseguir um patrocínio para estruturar melhor os eventos. Já temos a página www.cidadao10.com.br,  no Facebook, e quando  lançarmos a plataforma em fevereiro, a ideia é que qualquer um pode cadastrar seu evento para ajudar”.

A diretora técnica do HemoRio, que fica na Rua Frei Caneca, no centro da cidade, Carla Boquimpani, agradece aos organizadores da ação e a todos os doadores que comparecerem, lembrando que no carnaval o volume de doações costuma diminuir, ao passo que a demanda por sangue aumenta.

“É extremamente importante a vinda de mais doadores para suprir a escassez de sangue, principalmente no período do carnaval. Sempre estmos precisando, porque a demanda é muito grande, já que o HemoRio atende os hospitais do estado inteiro e muitos hospitais de emergência. O que queremos é ter um estoque maior para suprir o período de carnaval, para ter um estoque preparado para isso. Nesse período, diminuem as doações, as pessoas estão viajando, têm seus compromissos de férias”, disse Carla.

Ela afirma que esse tipo de evento aumenta o volume de doação, mas destaca que é importante fidelizar os doadores. “É importante a pessoa ser doador frequente, já que, às vezes, ela vem atendendo uma campanha e depois não vem mais. Mas estamos sempre precisando de doação e é importante que ele continue vindo”.

O estudante Orlando Rosário Mendonça dos Santos, de 19 anos, doou sangue hoje (31) pela primeira vez. Ele explica que um grupo de colegas da Escola Estadual Horácio Macedo, de Maria da Graça, na zona norte, se organizou para fa  ação. Ele disse ter participado  da ação pela iniciativa de ajudar os outros mesmo. “Doeu um pouquinho, mas na hora é tranquilo. Agora, eu pretendo vir mais vezes”, disse o rapaz.

 

 

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!