Início / Brasil / Aeronautas e aeroviários fazem paralisação no Aeroporto de Brasília

Aeronautas e aeroviários fazem paralisação no Aeroporto de Brasília

Aeronautas e aeroviários fazem paralisação no aeroporto Juscelino Kubsticheck.(Elza Fiuza/Agência Brasil)

Aeronautas e aeroviários fazem paralisação no Aeroporto Internacional de Brasília – Presidente Juscelino KubtischekElza Fiuza/Agência Brasil

Aeronautas e aeroviários fizeram paralisação no início da manhã de

hoje (22) no Aeroporto Internacional de Brasília – Presidente Juscelino Kubtischek . Segundo a Inframérica, concessionária que administra o aeroporto, dos 57 voos previstos entre 0h e 9h, sete tiveram atrasos acima de 30 minutos, tanto na chegada quanto na partida. Um voo foi cancelado.

Os trabalhadores pedem aumento de 8,5% nos salários e benefícios, além de melhores condições de trabalho e do estabelecimento de um piso salarial para os agentes que fazem o check-in, entre outras reivindicações. A proposta do Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) e da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) oferece reajuste de 6,5% para os salários e aumento de 8% para alguns benefícios.

Com a falta de acordo entre os trabalhadores e as empresas, pilotos, comissários e colaboradores de serviços em terra decidiram cruzar os braços por uma hora nesta quinta-feira, das 6h às 7h. Segundo o advogado do Sindicato Nacional dos Aeroviários, Mozart Barroso, os trabalhadores que fazem o serviço de solo decidiram manter a paralisação até as 10h.

Ele informou que a categoria cumpriu a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) que determinou que aeronautas e aeroviários mantenham 80% do pessoal trabalhando durante a paralisação.

“Há uma série de reivindicações. Os aeronautas, por exemplo, querem melhorar a carga horária. Caso o impasse continue, a paralisação vai continuar”, disse.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), vinculada à Central Única dos Trabalhadores (CUT), os sindicatos farão assembleias hoje às 15h. Na sexta-feira (23), às 14h, ocorrerá audiência de conciliação entre a Fentac e o Snea no Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília

As irmãs Maria José Mota Soares, de 80 anos, e Maria da Conceição Mota Souza, de 76 anos, estavam indo para Porto Seguro, na Bahia, com mais dez pessoas da família. O voo estava previsto para as 9h40. “Está tudo normal até o momento”, disse Maria da Conceição.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!