Início / Brasil / Sem quórum, Câmara de SP adia votação sobre aplicativos de transporte individual

Sem quórum, Câmara de SP adia votação sobre aplicativos de transporte individual

A Câmara de Vereadores de São Paulo adiou hoje (27) a votação do Projeto de Lei 421, de 2015, de autoria do vereador José Pólice Neto (PSD), que regulamenta no município a utilização de aplicativos de transporte individual, entre eles o Uber. O Congresso das Comissões da Câmara não obteve quórum suficiente para que o projeto fosse levado a votação no plenário da Casa.

Uma nova data deverá ser agendada para a votação do projeto. No entanto, isso só deverá ocorrer a partir da próxima terça-feira (3), após reunião do Colégio de Líderes da Câmara. Três substitutivos ao PL original foram apresentados hoje. Porém, nenhum deles também foi a plenário por causa da falta de quórum do Congresso.

São Paulo - Manifestação dos taxistas contra o aplicativo Uber, em frente à Câmara Municipal (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Manifestação dos taxistas contra o aplicativo Uber, em frente à Câmara Municipal Rovena Rosa/Agência Brasil

Durante toda a sessão de hoje, centenas de taxistas ficaram concentrados em frente à Câmara Municipal protestando contra o projeto de lei. Os taxistas interromperam o trânsito no Viaduto Jacareí, em frente à Câmara, soltaram rojões e fizeram buzinaços para chamar a atenção dos vereadores que estavam em plenário apreciando o projeto de lei. Alguns dos rojões atingiram janelas do prédio da Câmara, que teve, ao menos, uma vidraça quebrada.

Pela proposta original do vereador Pólice Neto, serão aceitos três tipos de compartilhamento de carros via aplicativos: alugar um veículo de particulares por determinado tempo, oferecer carona gratuita ou paga e prestar serviço de transporte privado individual de passageiros, como faz a empresa Uber, por meio de aplicativo do mesmo nome.


fonte: Agência Brasil

Comentários

comentários

Veja Também

Justiça nega pedido de suspensão e mantém Enem em duas datas diferentes

do UOL A juíza Federal Elise Avesque Frota, substituta da 8ª Vara Federal do Ceará, …

Deixe uma resposta