Início / Brasil / Entre deputadas, pedido de impeachment não obtém mínimo de votos necessários

Entre deputadas, pedido de impeachment não obtém mínimo de votos necessários

O processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff não seria admitido pelo plenário da Câmara dos Deputados se fosse levada em conta apenas a participação feminina na votação. Embora a maioria das deputadas tenha votado pela aceitação da denúncia apresentada pelos juristas Miguel Reale Júnior e Hélio Bicudo e a advogada Janaína Paschoal, o total de votos entre as parlamentares, proporcionalmente, não atinge os dois terços necessários para que a Câmara possa instaurar o processo de afastamento da petista por crime de responsabilidade.

Vinte e nove deputadas votaram a favor da admissibilidade do impeachment. Se aplicada à bancada feminina a mesma regra estabelecida no Regimento Interno da Câmara, que determina que a instauração do processo será admitida quando forem obtidos dois terços dos votos do total de membros, seriam necessários que pelo menos 34 parlamentares votassem a favor do encaminhamento da denúncia para a análise do Senado.

Ao contrário da votação geral, a diferença de votos entre as mulheres foi pequena. Vinte deputadas votaram contra a denúncia de que a presidenta Dilma cometeu crime de responsabilidade que justifique seu afastamento do cargo.

Uma parlamentar, Gorete Pereira (PR/CE), se absteve de votar e outra, Clarissa Garotinho (PR/RJ), não compareceu à sessão alegando motivo de saúde.

Na atual legislatura, as mulheres representam 9,9% do total de 513 parlamentares eleitos em 2014. O PT, partido da presidenta, é a legenda com maior representação feminina na Câmara: tem oito deputadas. Em seguida vêm o PMDB, com sete mulheres, e o PR, com seis. O PSDB e o PCdoB têm, ambos, cinco mulheres em suas bancadas e o PSB, quatro. O PPS, PP, PTN e PRB têm, cada um, duas deputadas. O PTB, PSL, PDT, PSC, PV, DEM, PSD e o PSOL elegeram, cada um, uma representante. O Partido da Mulher Brasileira (PMB), criado recentemente, tem um único representante na Câmara, o deputado Weliton Prado (MG), que votou a favor da admissão do pedido de impeachment.

Veja como votou cada deputada

1) BRUNA FURLAN – PSDB/SP SIM

2) CARMEN ZANOTTO PPS/SC SIM

3) CHRISTIANE DE SOUZA YARED – PR/PR SIM

4) CONCEIÇÃO SAMPAIO – PP/AM SIM

5) CRISTIANE BRASIL – PTB/RJ SIM

6) DÂMINA PEREIRA – PSL/MG SIM

7) DULCE MIRANDA – PMDB/TO SIM

8) ELIZIANE GAMA – PPS/MA SIM

9) FLÁVIA MORAIS – PDT/GO SIM

10) GEOVANIA DE SÁ – PSDB/SC – SIM

11) IRACEMA PORTELLA – PP/PI SIM

12) JÉSSICA SALES – PMDB/AC SIM

13) JOSI NUNES – PMDB/TO SIM

14) JÚLIA MARINHO – PSC/PA SIM

15) KEIKO OTA – PSB/SP SIM

16) LEANDRE – PV/PR SIM

17) MAGDA MOFATTO – PR/GO SIM

18) MARA GABRILLI – PSDB/SP SIM

19) MARIA HELENA – PSB/RR SIM

20) MARIANA CARVALHO – PSDB/RO – SIM

21) MARINHA RAUPP – PMDB/RO SIM

22) PROFESSORA DORINHA SEABRA REZENDE – DEM/TO SIM

23) RAQUEL MUNIZ – PSD/MG SIM

24) RENATA ABREU – PTN/SP SIM

25) ROSANGELA GOMES – PRB/RJ SIM

26) SHÉRIDAN – PSDB/RR SIM

27) SORAYA SANTOS – PMDB/RJ SIM

28) TEREZA CRISTINA – PSB/MS SIM

29) TIA ERON – PRB/BA SIM

30) ALICE PORTUGAL – PcdoB/BA – NÃO

31) ANA PERUGINI – PT/SP    NÃO

32) BENEDITA DA SILVA – PT/RJ   NÃO

33) BRUNNY – PR/MG    NÃO

34) ELCIONE BARBALHO – PMDB/PA     NÃO

35) ERIKA KOKAY – PT/DF   NÃO

36) JANDIRA FEGHALI – PcdoB/RJ   NÃO

37) JANETE CAPIBERIBE – PSB/AP   NÃO

38) JÔ MORAES – PcdoB/MG    NÃO

39) JOZI ARAÚJO – PTN/AP    NÃO

40) LUCIANA SANTOS – PcdoB/PE    NÃO

41) LUIZA ERUNDINA – PSOL/SP    NÃO

42) LUIZIANNE LINS – PT/CE     NÃO

43) MARGARIDA SALOMÃO – PT/MG    NÃO

44) MARIA DO ROSÁRIO – PT/RS     NÃO

45) MOEMA GRAMACHO – PT/BA NAO

46) PROFESSORA MARCIVANIA – PCdoB/AP    NÃO

47) REJANE DIAS – PT/PI    NÃO

48) SIMONE MORGADO – PMDB/PA     NÃO

49) ZENAIDE MAIA – PR/RN    NÃO

50) CLARISSA GAROTINHO – PR/RJ AUSENTE

51) GORETE PEREIRA – PR/CE ABSTENÇÃO


fonte: Agência Brasil

Comentários

comentários

Veja Também

Justiça nega pedido de suspensão e mantém Enem em duas datas diferentes

do UOL A juíza Federal Elise Avesque Frota, substituta da 8ª Vara Federal do Ceará, …

Deixe uma resposta