Início / Brasil / Picciani orienta PMDB a votar pela admissibilidade do pedido de impeachment

Picciani orienta PMDB a votar pela admissibilidade do pedido de impeachment

O líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ), orientou sua bancada a votar a favor da admissibilidade do processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. A decisão já tinha sido anunciada pelo partido na última semana e foi reiterada por Picciani, o primeiro líder a falar na sessão de votação de hoje (17).

Apesar disso, ele disse que respeita a opção dos colegas que decidirem votar contra o impedimento da presidenta. “Eu faço um agradecimento à bancada do PMDB pela compreensão e o respeito que tiveram com essa nossa posição, que não é fácil. Quero dizer a cada companheiro que eu respeito muito a posição de cada um de vocês e que vocês possam exercer seu voto com a sua consciência”, disse.

Picciani negou as acusações de que o PMDB articulou para que o impeachment se concretizasse e disse que o partido nunca foi “polo ativo” desse processo. No entanto, ele disse que a decisão de votar pela admissibilidade do pedido se deve “às circunstâncias políticas” que o país vive.

Para o líder peemedebista, a melhora da situação do povo brasileiro depende também do Congresso Nacional e caberá aos parlamentares, passado o momento de decidir sobre o impedimento da presidenta, tomar medidas para mudar o quadro. “É verdade que as pessoas não estão vivendo bem, reivindicam e têm o direito de reivindicar. Mas é verdade também que temos que fazer a nossa parte e criar o ambiente político propício para que os avanços possam ocorrer”, acrescentou.

Leonardo Piccini disse ainda estar “emocionado” com o momento por imaginar que sua geração não passaria por algo semelhante de novo. Ele falou sobre a gravidade do que está acontecendo. “O que estamos fazendo hoje aqui não é uma brincadeira, não é uma disputa, não é um jogo de futebol. Pelo contrário, é uma das mais graves sanções previstas no nosso ordenamento jurídico”, afirmou.

O líder ressaltou que seu partido sempre esteve ao lado “da democracia, do direito ao voto e das garantias individuais”. “O compromisso do PMDB com o Brasil é inabalável”, afirmou. Ao concluir o discurso, orientando seus colegas de bancada a votarem favoravelmente à abertura do impeachment, Picciani disse esperar que a votação resulte o melhor.

“O fim desse processo deve ser um só: a vitória do Brasil, a vitória do povo brasileiro e dias melhores”, disse.


fonte: Agência Brasil

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!