Início / Brasil / Motoristas fazem manifestação contra padronização do transporte escolar

Motoristas fazem manifestação contra padronização do transporte escolar

Centenas de motoristas de transporte escolar fizeram uma manifestação hoje (28) de manhã nas proximidades do Congresso Nacional. Organizado pela Cooperativa de Transporte Escolar e por representantes do Sindicato de Transporte Escolar de alguns estados, o ato teve o objetivo de chamar atenção sobre os problemas que a padronização, pretendida pela Câmara dos Deputados, para esse tipo de transporte pode trazer para os profissionais do ramo.

Atualmente, esses profissionais têm liberdade para escolher o tipo de veículo a ser usado para transporte escolar. Em geral, vans ou ônibus de menor porte. “Na forma como a questão vem sendo discutida [na Comissão de Viação e Transportes da Câmara], a tendência é que só poderão ser usados ônibus de 45 lugares. Agora me diga: como será possível se locomover por vias estreitas dirigindo esse tipo de veículo?”, questionou o diretor da Cooperativa de Transporte Escolar, Baltazar de Paulo.

Segundo ele, a padronização será feita a partir de uma resolução que está sendo elaborada na Câmara. “O Contran [Conselho Nacional de Trânsito] está aguardando essa resolução para bater o martelo e decidir sobre as novas regras. Mas já estamos nos mobilizando porque a preocupação é grande. Nós sabemos da dificuldade que essa padronização poderá trazer para os motoristas de transporte escolar.”

De acordo com o diretor da cooperativa, os manifestantes estão divididos entre ser total ou parcialmente contrários à padronização. “Se for para padronizar, é necessário definir algumas exceções, para que nossos veículos consigam trafegar, por exemplo, nas quadras de Brasília, que têm muitos carros estacionados e pouco espaço para a manobra de veículos de maior porte.”

Baltazar disse que a manifestação é de âmbito nacional e contou, em Brasília, com representantes de Minas Gerais, Goiás, do Ceará e Rio Grande do Sul. Outros estados outorgaram a Minas Gerais sua representatividade, informou o diretor da cooperativa. “Estamos bastante satisfeitos com a mobilização, que abrangeu, segundo a Polícia Militar, 1,2 mil veículos.  A mobilização começou a se desfazer por volta das 11 horas. Muitos tiveram que sair para buscar as crianças nas escolas”.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!