Início / Brasil / Governo suspende transporte de haitianos do Acre para demais capitais

Governo suspende transporte de haitianos do Acre para demais capitais

O Ministério da Justiça suspendeu, a partir de hoje (19), o transporte de imigrantes haitianos do Acre para as demais regiões do país. Os estrangeiros só voltarão a ser levados a outras localidades, ação que hoje obedece a demanda de emprego no mercado de trabalho, após os governo federal e do Acre e as demais instâncias estabelecerem novo esquema para o transporte de imigrantes.

Convênio firmado em 2015, entre o Acre e o Ministério da Justiça, para auxílio no transporte dos imigrantes para outras regiões, com valor de R$ 1,020 milhão, prevê a desconcentração dos destinos. “Não confere a informação de que o fluxo de haitianos tenha sido direcionado para a capital paulista pelo Ministério da Justiça”, disse em nota o ministério.

Hoje, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse que a cidade não foi avisada com antecedência do envio de imigrantes haitianos. De acordo com o padre Paolo Parisi, da Paróquia Nossa Senhora da Paz, que abriga imigrantes e refugiados, mais de 40 haitianos chegaram a São Paulo de domingo (17) para segunda-feira (18), vindos do Acre, e mais 40 na última noite.

O Ministério da Justiça destacou, em nota, que o governo federal desenvolve ações para apoiar a integração dos haitianos e outros imigrantes no país. “Destacam-se a garantia de atendimento pela rede de assistência social e acolhimento, pelo Ministério do Desenvolvimento Social; a emissão da documentação trabalhista e o cadastramento em políticas de emprego, pelo Ministério do Trabalho e Emprego; a implantação do Centro de Referência e Acolhimento do Imigrante, em parceria do Ministério da Justiça, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e da Prefeitura de São Paulo”.

A reportagem contatou diversas vezes o governo do Acre mas não foi atendida.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!