Início / Brasil / Comunidade no Rio protesta após morte de duas pessoas em operação policial

Comunidade no Rio protesta após morte de duas pessoas em operação policial

Cerca de 40 moradores da Comunidade do Dendê protestaram, com faixas e cartazes, após a morte de duas pessoas durante a Operação Black Machine III, feita por policiais civis da Corregedoria Interna da Polícia Civil.

Segundo os manifestantes, as vítimas não teriam envolvimento  com o tráfico de drogas.

A Delegacia de Homicídios da Capital instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte das duas pessoas, ainda não identificadas, durante a ação. Foi feita perícia no local e testemunhas estão sendo ouvidas. As armas dos policiais serão apreendidas para perícia.

A  Operação Black Machine III foi feita na manhã de hoje (19) em várias comunidades da Ilha do Governador, zona norte do Rio, como as comunidades do Dendê, Barbante, Bancários e Boogie Woogie. Devido a movimentação dos policiais, parte do comércio local chegou a fechar as portas, mas agora a situação está normalizada.

Em nota, a Polícia Civil informou que a Operação Black Machine III teve a finalidade de cumprir mandados de busca e apreensão e desarticular uma das principais fontes de renda do tráfico de drogas na Ilha do Governador. A ação resultou na apreensão de 169 máquinas caça-níqueis, 500 papelotes de maconha e motos recuperadas. Os 20 responsáveis pelos estabelecimentos onde os equipamentos foram encontrados foram encaminhados à delegacia para averiguação.

Cerca de 400 policiais participaram da operação, que teve apoio de agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais, de unidades do Departamento Geral de Polícia Especializada, além de policiais militares e apoio de um helicóptero.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!