Início / Brasil / Novo protesto no Morro do Estácio deixa clima tenso entre PM e moradores

Novo protesto no Morro do Estácio deixa clima tenso entre PM e moradores

Um novo protesto agora à noite de moradores do Morro do Estácio, na zona central da cidade, deixou tenso o clima entre manifestantes e homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM) e militares lotados na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade.

A PM informou, agora à noite, que devido o clima de tensão na comunidade de São Carlos, militares do Bope e da tropa de Choque vão permanecer no morro por tempo indeterminado.

Dezenas de moradores que retornavam do cemitério do Catumbi, protestavam contra a morte do jovem Vitor Gomes, de 15 anos, atingido por uma bala perdida durante um tiroteio ocorrido ontem à noite (14) entre homens do Batalhão de Operações Especiais da PM (Bope) e traficantes. Na mesma noite, em outro ponto da comunidade, num matagal, dois mototaxistas moradores do morro de São Carlos, foram encontrados mortos a facadas.

O presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa (Alerj), deputado Marcelo Freixo (PSOL), se reunirá com familiares dos mototaxistas Ramon de Moura Oliveira, 22, e Rodrigo Marques Lourenço, 29, encontrados mortos no Morro do São Carlos. A audiência será segunda-feira (18), às 10h, no gabinete do parlamentar. Também participarão da reunião os presidentes de seis associações de moradores do Complexo de São Carlos.

Na parte da manhã, moradores atearam fogo em dois ônibus nas proximidades do Largo do Estácio, em protesto contra as mortes dos moradores. Houve confronto com a tropa de Choque da PM chamada para liberar as pistas da Rua Estácio de Sá fechada pelos manifestantes

A guerra entre facções rivais teve início na sexta-feira passada (8), quando traficantes do Morro da Fallet invadiram o Morro da Coroa, apesar das duas comunidades terem Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), deixando quatro mortos. Devido aos confrontos, a Polícia Militar decidiu ocupar com homens do Bope e o Batalhão de Choque as comunidades da Coroa, Fallet e Fogueteiro, no Rio Comprido. Desde o início dos confrontos, 12 pessoas foram mortas.

Dois traficantes do morro da Mineira, no Catumbi, são considerados os responsáveis pela guerra nas comunidades da Coroa, Fallet e Fogueteiro, que se estendeu agora para o vizinho morro de São Carlos: Ricardo Chaves da Costa Lima, o Fú da Mineira, e Cláudio José de Souza Fontarigo, o Claudinho da Mineira.

Devido ao grau de periculosidade dos dois traficantes, o Portal dos Procurados do Disque-Denúncia aumentou hoje (15) para R$ 10 mil, por cada, a recompensa por informações que levem a prisão dos dois traficantes. Anteriormente o valor era R$ 5 mil.

Ligados à facção criminosa Comando Vermelho e após quase 20 anos cumprindo pena em diversos presídios estaduais e federais, os dois não retornaram, em agosto de 2013, à Penitenciária Estadual Edvan Mariano Rosendo, em Porto Velho (RO), após receberam da Justiça o direito de uma visita de sete dias à família.

Claudinho foi condenado a 70 anos e dois meses de prisão tem fama também pelos sequestros que comandava. Fú foi condenado a 89 anos e dez meses de prisão. Em 2007, eles foram acusados, junto com mais dez criminosos, de terem ordenado ataques a delegacias e ônibus no Rio.

Segundo o Disque-Denúncia, os traficantes Fú e Claudinho estariam envolvidos nos últimos acontecimentos ocorridos no Morro da Mineira, com o objetivo de retomar pontos de venda de drogas. Segundo informações, essa seria uma promessa da cúpula do Comando Vermelho de devolver o controle do tráfico de drogas da Mineira para o traficante Fú.

Informações sobre a localização e paradeiro dos dois traficantes podem ser feitas enviando uma mensagem de texto, vídeo ou fotos para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entrando em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O Anonimato é garantido.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!