Início / Brasil / Metalúrgicos aprovam suspensão temporária de contrato de 900 em São Caetano

Metalúrgicos aprovam suspensão temporária de contrato de 900 em São Caetano

Os metalúrgicos de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, aprovaram hoje (15), em assembleia, por unanimidade, a proposta da General Motors (GM) de colocar 900 funcionários em lay-off.

A medida é uma alternativa para evitar demissões na unidade.

Nesse caso, o contrato de trabalho é suspenso temporariamente, mas o empregado continua recebendo o salário integralmente, pois a empresa complementa o valor recebido pelo seguro-desemprego.O mecanismo é válido a partir de segunda-feira (18) durante cinco meses.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, 386 trabalhadores que já estão em licença remunerada serão colocados em lay-off. Além desses, 514 funcionários da unidade terão o contrato de trabalho suspenso.

Atualmente 1,3 mil funcionários estão afastados, sendo 467 em licença remunerada e 854 em lay-off. Com as novas suspensões de contrato, o número deve chegar a 1,8 mil.

De janeiro a abril, as fabricantes de veículos reduziram o número de funcionários em 4,6 mil pessoas. No início do ano, 144,2 mil trabalhadores atuavam no setor. Em abril, o número caiu para 139,6 mil. Em relação a abril de 2014, foram cortados 14,6 mil postos de trabalho.

A Agência Brasil tentou contato com a GM, mas as ligações não foram atendidas.

Comentários

comentários

Veja Também

Prazo para pagamento do Simples Doméstico é prorrogado até 21 de novembro

O Diário Oficial da União publicou a portaria que prorroga para 21 de novembro o …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!