Início / Brasil / Rio continua sem barcas para Ilha do Governador após acidente

Rio continua sem barcas para Ilha do Governador após acidente

O plano de contingência por conta da paralisação do serviço de barcas no trecho Cocotá-Praça XV, no Rio de Janeiro, foi implantado hoje (11) pela Secretaria de Estado de Transportes (Setrans).

e vai até a próxima quinta-feira (14).

O serviço foi interrompido depois de uma das barcas se chocar contra o píer da estação Cocotá, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, na última quinta-feira (7). A embarcação levava 732 pessoas e não houve feridos. Os passageiros ficaram presos por cerca de 2h30.

Por determinação da Setrans, a CCR Barcas, concessionária que administra o serviço, disse que montou uma operação especial para dar informações aos passageiros no terminal de Cocotá, e na Praça XV, no centro. Mas, na manhã de hoje, na Praça XV, não havia agentes para orientar os usuários, apenas um informativo próximo à área de embarque a respeito da paralisação do trecho.

Para garantir o atendimento aos passageiros, a Setrans também disse que solicitou apoio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), do Centro de Operações Rio, juntamente com a Fetranspor/Rio Ônibus, para reforço no serviço de ônibus na ligação Ilha do Governador ao centro do Rio. Até o fechamento desta matéria, o órgão não informou se o pedido já foi atendido e quantos coletivos fazem o auxílio.

A passageira Samua de Brito Paiva disse que está tendo prejuízo com a paralisação. “Antes de pararem as barcas, eu gastava R$3,50; agora, estou desembolsando R$13 e ainda fazendo viagem mais longa para vir ao centro trabalhar, por causa do trânsito”, queixou-se.

A CCR Barcas, que trabalha na restauração do píer em Cocotá, prevê que o sistema de barcas volte a operar no trecho na próxima sexta-feira (15). Equipes da Setrans e da Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes do estado do Rio (Agetransp) acompanham durante toda a semana os trabalhos de reparo no píer da estação Cocotá.

Comentários

comentários

Veja Também

Epidemia do vírus Zika no Brasil completa um ano com desafio na área de pesquisa

Na próxima sexta-feira, (11) completa-se um ano desde que o Brasil foi oficialmente atingido por …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!