Início / Bahia / Barragem de Mineradora: Região corre risco sim, afirma ativista ambiental

Barragem de Mineradora: Região corre risco sim, afirma ativista ambiental

A ativista ambiental e diretora do Instituto Nossa Ilhéus, Socorro Mendonça, afirmou, em seu perfil no Facebook, que a população da região sul da Bahia, deve sim ficar bastante preocupada ante o risco de contaminação com resíduos tóxicos provenientes de uma barragem de rejeitos de mineração.

Só que, afirma ela, não trata-se da lama tóxica da mineradora Samarco, e sim, da Mirabela, que extrai níquel na região entre Ipiaú e Itagibá, e mantém por lá uma barragem de rejeitos de mineração, a cerca de 1km de distância do rio de Contas.

De acordo com Socorro, em 2014, o Departamento Nacional de Produção Mineral fez uma análise de risco das barragens de mineração no Brasil, e concluiu que o complexo de mineração Santa Rita da Mirabela, em Itagibá, está classificada como C – risco moderado. Essa, afirma Socorro, é a mesma classificação da barragem que rompeu em Mariana-MG e matou o rio Doce.

“Caso essa barragem se rompa, como aconteceu em Mariana-MG, nosso rio e nosso litoral estariam condenados”, alerta a ativista.

Socorro ainda afirma que, desde 2011, a ONG de Ipiaú, Papamel, denuncia que a Mirabela não estava cumprindo as condicionantes impostas para operação da mina de níquel, a maior da América Latina.

Temendo uma tragédia ambiental com proporções devastadoras para a região, alguns setores da sociedade civil de Itacaré, município onde o rio de Contas desemboca, e localidade que seria totalmente atingida com o rompimento da barragem da Mirabela, já está se mobilizando vias redes sociais (Veja aqui!), alertando a população da região e de todo o estado, e cobrando ações urgentes e imediatas por parte dos poderes políticos locais.

“Mariana pode ser aqui, caso não lutemos”, enfatiza Socorro.

Ubaitaba, Barra do Rocha, Ubatã, Aurelino Leal também deveria se mobilizar.

Além do município de Itacaré, as cidade de Barra do Rocha, Ipiaú, Ubatã, Aurelino Leal e Maraú deveriam se mobilizar, em especial os prefeitos e vereadores para pedir um levantamento e mapeamento dos riscos que essa barragem pode gerar para o Rio de Contas e consequentemente para a nossa população.

fonte: Ubaitaba.com

Comentários

comentários

Veja Também

Camamu terá Posto Avançado do Detran. Prefeita Vistoria obras

A prefeita Ioná Queiroz, vereadores e Rafaela Carcez do Detran/BA,  estiveram na manhã desta sexta-feira, …

Deixe uma resposta

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!