Últimas Notícias

Após clarão no céu, objeto não identificado é encontrado por moradores em Camaçari

Morador disse que objeto caiu do céu após clarão na Bahia (Foto: Juliana Almirante / G1)
Após ouvir uma explosão, moradores do distrito de Monte Gordo, em Camaçari, encontraram destroços de um objeto que teria caído do céu na noite desta terça-feira (20). A queda do objeto, que tem estrutura de ferro de 15 cm e pesa 2,9kg, foi associada ao clarão visto em partes da capital soteropolitana e na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com o G1, o morador Edinei da Silva Almeida afirmou que estava queimando uma área de vegetação quando ouviu um estrondo e viu o objeto caindo.
Área onde o objeto supostamente caiu em Monte Gordo (Foto: Juliana Almirante / G1)
“A peça não caiu onde eu estava queimando. A peça caiu em uma distância de 400 metros no terreno vizinho. Foi muito preocupante e eu estava muito próximo. Pedi ajuda aos vizinhos pra entender o que tinha acontecido e começamos a procurar. A gente seguiu na direção da explosão e achou essa peça”, declarou. Já o morador Aleonidas Cardoso dos Santos disse que viu a peça cair. “A gente ouviu uma explosão que chamou atenção. Eu vi cair na casa um negócio. De manhã vim ver o que era. Aí vi as árvores quebradas até chegar até a peça”, relatou.

Após rebelião, Forças Armadas participam de operação em presídio de Japeri

Militares atuam em parceria com agentes da Seap em varredura na unidade para apreender materiais ilícitos. No domingo (18), uma tentativa de fuga acabou em rebelião no Presídio Milton Dias Moreira.

Exército faz varredura em presídio do RJ onde houve rebelião

Exército faz varredura em presídio do RJ onde houve rebelião

As Forças Armadas e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) fazem uma varredura na Penitenciária Milton Dias Moreira, em Japeri, na Baixada Fluminense, na manhã desta quarta-feira (21). O objetivo da ação é apreender materiais ilícitos ou cuja posse não seja autorizada. A ação é baseada no decreto de Garantia da Lei e da Ordem para ações em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública.

Na tarde desta quarta, a Seap informou que a operação, que teve início às 08h35min, terminou às 14 horas.

Também foi divulgado um balanço. A pasta comunicou que foram apreendidos 48 celulares, 205 invólucros de pó branco com característica de cocaína, 151 invólucros de erva seca picada e três tabletes pequenos de erva seca com característica de maconha.

Exército participa de varredura em penitenciária do RJ

Exército participa de varredura em penitenciária do RJ

As Forças Armadas participaram do trabalho com o uso de cães farejadores e de especialistas em detecção de metais. Os agentes da Seap realizaram vasculhamento e varreduras táteis. De acordo com a secretaria, 380 homens participam da ação, sendo 100 inspetores da Seap, 30 integrantes do Grupamento de Intervenção Tática e cerca de 250 militares do Exército.

Militares chegam ao presídio Milton Dias Moreira, em Japeri, para fazer varredura

Militares chegam ao presídio Milton Dias Moreira, em Japeri, para fazer varredura

De acordo com a Defensoria Pública do Estado, os presos da unidade sempre fazem reclamações sobre as condições e superlotação do presídio.

“Fomos surpreendidos com a notícia (da rebelião). Nós acompanhamos no local a negociação para entrega dos reféns e das armas. Colocaram fogo na parte administrativa da unidade, então não pudemos retomar o nosso trabalho lá. As reclamações que escutamos dos internos são as de sempre; é uma cadeia superlotada, que já chegou a quase 3 mil homens e é a cadeia que mais morrem internos no sistema penitenciário Fluminense”, disse Emanuel Queiroz, coordenador criminal da Defensoria.

Homens do Exército em presídio de Japeri (Foto: Henrique Coelho / G1)Homens do Exército em presídio de Japeri (Foto: Henrique Coelho / G1)

Homens do Exército em presídio de Japeri (Foto: Henrique Coelho / G1)

Ainda segundo a Seap, os militares não têm nenhum tipo de contato com os detentos, que sairão das celas previamente à medida que os pavilhões forem inspecionados.

Na tarde de domingo (18), uma rebelião teve início no local após uma tentativa de fuga. Um total de 18 reféns – 8 agentes penitenciários e 10 internos – que ficaram em poder dos detentos foram libertados na madrugada de segunda-feira (19).

Três armas, uma granada de efeito moral e uma lanterna, que estavam com os presos, foram entregues. Antes da libertação, o Grupo de Intervenção Tática (GIT) da Seap entrou no presídio, e três detentos foram baleados.

Exército faz varredura em presídio do RJ onde houve rebelião

Exército faz varredura em presídio do RJ onde houve rebeli

As Forças Armadas e a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) fazem uma varredura na Penitenciária Milton Dias Moreira, em Japeri, na Baixada Fluminense, na manhã desta quarta-feira (21). O objetivo da ação é apreender materiais ilícitos ou cuja posse não seja autorizada. A ação é baseada no decreto de Garantia da Lei e da Ordem para ações em apoio ao Plano Nacional de Segurança Pública.

Na tarde desta quarta, a Seap informou que a operação, que teve início às 08h35min, terminou às 14 horas.

Também foi divulgado um balanço. A pasta comunicou que foram apreendidos 48 celulares, 205 invólucros de pó branco com característica de cocaína, 151 invólucros de erva seca picada e três tabletes pequenos de erva seca com característica de maconha.

Exército participa de varredura em penitenciária do RJ

Exército participa de varredura em penitenciária do RJ

As Forças Armadas participaram do trabalho com o uso de cães farejadores e de especialistas em detecção de metais. Os agentes da Seap realizaram vasculhamento e varreduras táteis. De acordo com a secretaria, 380 homens participam da ação, sendo 100 inspetores da Seap, 30 integrantes do Grupamento de Intervenção Tática e cerca de 250 militares do Exército.

Militares chegam ao presídio Milton Dias Moreira, em Japeri, para fazer varredura

Militares chegam ao presídio Milton Dias Moreira, em Japeri, para fazer varredura

De acordo com a Defensoria Pública do Estado, os presos da unidade sempre fazem reclamações sobre as condições e superlotação do presídio.

“Fomos surpreendidos com a notícia (da rebelião). Nós acompanhamos no local a negociação para entrega dos reféns e das armas. Colocaram fogo na parte administrativa da unidade, então não pudemos retomar o nosso trabalho lá. As reclamações que escutamos dos internos são as de sempre; é uma cadeia superlotada, que já chegou a quase 3 mil homens e é a cadeia que mais morrem internos no sistema penitenciário Fluminense”, disse Emanuel Queiroz, coordenador criminal da Defensoria.

Homens do Exército em presídio de Japeri (Foto: Henrique Coelho / G1)Homens do Exército em presídio de Japeri (Foto: Henrique Coelho / G1)

Homens do Exército em presídio de Japeri (Foto: Henrique Coelho / G1)

Ainda segundo a Seap, os militares não têm nenhum tipo de contato com os detentos, que sairão das celas previamente à medida que os pavilhões forem inspecionados.

Na tarde de domingo (18), uma rebelião teve início no local após uma tentativa de fuga. Um total de 18 reféns – 8 agentes penitenciários e 10 internos – que ficaram em poder dos detentos foram libertados na madrugada de segunda-feira (19).

Três armas, uma granada de efeito moral e uma lanterna, que estavam com os presos, foram entregues. Antes da libertação, o Grupo de Intervenção Tática (GIT) da Seap entrou no presídio, e três detentos foram baleados.

Foto mostra ator Dado Dolabella em prisão de São Paulo

Foto: Reprodução / SBT

Preso no início de fevereiro por falta de pagamento de pensão alimentícia, Dado Dolabella não está tendo regalias na carceragem do 33º Distrito Policial, em Pirituba, São Paulo. Fotos divulgadas pelo programa “Fofocalizando”, do SBT, nesta quarta-feira (21), mostram o ex-ator da TV Globo em meio a outros detentos, torcendo sua própria camisa depois de lavar a peça de roupa enquanto outros presos jogam baralho. A polícia informou que Dado deve R$ 196 mil de pensão. A criança é fruto de seu relacionamento com Fabiana Vasconcelos Neves.

CIPE CACAUEIRA E RONDESP SUL GANHAM BASE AVANÇADA EM UNA

A Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira e as Rondas Especiais (Rondesp) Sul ganharam, na tarde desta terça-feira (20), uma Base Avançada, na cidade de Una (distante 503 km de Salvador). A unidade foi erguida e equipada através de uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal.

Participaram da solenidade de lançamento o vice-governador João Leão, o comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, o comandante do Policiamento Especializado (CPE) da Polícia Militar, coronel Humberto Sturaro, e o prefeito de Una, Tiago de Dejair, dentre outras autoridades.

Além do município em que está sediada, a base ampliará as ações ostensivas nas cidades de Santa Luzia e Canavieiras. A estrutura conta com sala de tv, internet, alojamentos e banheiros.

“Estamos aqui consolidando uma parceria que deveria acontecer em outras regiões. A segurança pública é uma obrigação de todos. Com certeza, vamos nos aproximar ainda mais da população, melhorando o atendimento e reforçando o combate à criminalidade”, afirmou o coronel Sturaro.

 

A Prefeitura Municipal de Camamu através da Secretaria Municipal de Turismo e Meio Ambiente participou hoje da Capacitação dos Agentes de Desenvolvimento feita pelo Sebrae.

A Prefeita Iona Queiroz tem como prioridade tornar Camamu uma Cidade Empreendedora. Participaram do Evento Katia Lima Cred Bahia, Joveci Santos e Cássio Silva pela Secretaria de Turismo e Meio Ambiente.

Ubaitaba realizou Conferência Municipal de Educação nesta terça-feira, 20

A Prefeitura de Ubaitaba, através da Secretaria de Educação e do Fórum Municipal de Educação promoveram a Conferência Municipal de Educação de Ubaitaba 2018.

O evento aconteceu na manhã de 20 de fevereiro na quadra do colégio CEU. Na oportunidade foi ofertado também uma palestra do dr. Roberto Gondim que falou a cerca da Consolidação do Sistema Nacional de Educação e o Plano Nacional de Educação, destacando a importância de se fazer um ensino voltado para a realidade do aluno.

Na conferência, os participantes se reuniram para debater as  propostas e necessidades da educação a partir de uma realidade local, e essas propostas serão  levadas para a Conferencia Estadual de Educação que irá acontecer ainda nesse semestre.A Conferência tem importância fundamental pois é a partir dela que os professores e representantes de diversos setores da sociedade tem a oportunidade de participar da construção das bases para a educação nos próximos anos em nosso país.

Participaram do evento,  a secretária de Educação, Roberta Carneiro, o presidente do Fórum de Educação, Jorge Pereira, a presidente do sindicato dos professores, Jorquélia, o secretário de Administração, Jailton Araújo, a presidente do Conselho de Educação, Priscila,  o Dr. Esaú, do IFBA, o Conselho Tutelar, vereadores, além dos professores, diretores e coordenadores da educação local, seja do estado ou município. (Ascom/Ubaitaba)

Ossada de desaparecido político da ditadura é identificada quase 50 anos após morte

As ossadas do paulista Dimas Antônio Casemiro foram identificadas neste mês, quase 50 anos depois de ele ter sido torturado e morto pela ditadura militar em 1971. A identificação foi feita por um laboratório na Bósnia, para onde os restos mortais tinham sido enviados em setembro do ano passado.

Em setembro de 1990, foi descoberta a vala clandestina de Perus, no cemitério Dom Bosco, na Zona Norte de São Paulo. Lá, Dimas havia sido enterrado como indigente. As ossadas foram enviadas à Bósnia pelo Grupo de Trabalho Perus (GTP-Perus), que assumiu as análises em 2014 e busca identificar 41 desaparecidos políticos.

Apenas três pessoas tinham sido identificadas desde a descoberta da vala clandestina – duas delas logo depois do achado, em 1991. Um dos identificados foi o irmão de Dimas, Dênis Casemiro, também torturado e morto pela ditadura militar em 1971.

Dimas Antônio Casemiro é de Votuporanga, no interior de São Paulo (Foto: Reprodução/ Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos)

Dimas Antônio Casemiro é de Votuporanga, no interior de São Paulo (Foto: Reprodução/ Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos)

Segundo o coordenador científico da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, Samuel Ferreira, a identificação genética foi confirmada pelas análises antropológicas, odontológicas e informações ‘ante-mortem” (antes da morte) de Dimas, relativas à altura, idade, dentição e trauma por ação de projétil de arma de fogo.

“Assim, conseguimos um resultado de uma identificação extremamente complexa pelas características do material ósseo e dentário e o contexto histórico em que os remanescentes ósseos se encontravam, após 47 anos de espera pelos familiares”, disse o perito médico-legista e geneticista forense, que também é diretor do Instituto de Pesquisa de DNA Forense da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Foto de setembro de 1990 mostra funcionário colocando em sacos plásticos cerca de 1.500 ossadas encontradas em uma vala do cemitério Dom Bosco em Perus, Zona Norte da capital. (Foto: Itamar Miranda/Estadão Conteúdo/Arquivo)

Foto de setembro de 1990 mostra funcionário colocando em sacos plásticos cerca de 1.500 ossadas encontradas em uma vala do cemitério Dom Bosco em Perus, Zona Norte da capital. (Foto: Itamar Miranda/Estadão Conteúdo/Arquivo)

Militante morto aos 25 anos

Dimas era militante do grupo VAR-Palmares e foi também dirigente do Movimento Revolucionário Tiradentes (MRT). Ele foi morto aos 25 anos de idade depois de dias preso e apresentando sinais de tortura. Dimas era casado com Maria Helena Zanini, com quem teve o filho Fabiano César.

Seu irmão, Dênis Casemiro, foi sequestrado e morto pela ditadura quando tinha 28 anos. Os irmãos Casemiro eram de Votuporanga, no interior de São Paulo. Segundo um documento da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos, do governo federal, antes da militância, Dimas foi corretor de seguros, vendedor de carros e tipógrafo.

Documentos dos órgãos de segurança acusam Dimas de ter participado de operações armadas, inclusive a que matou o industrial Henning Albert Boilesen, presidente da Ultragás, em 1971, em São Paulo.

Fotos de desaparecidos políticos estão no Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF), da Unifesp, onde ossadas foram limpas e amostras foram selecionadas (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)

Fotos de desaparecidos políticos estão no Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (CAAF), da Unifesp, onde ossadas foram limpas e amostras foram selecionadas (Foto: Paula Paiva Paulo/G1)

Quadrilha que seqüestrou dono da Loja Guaibim de Ubaitaba foi presa dividindo resgate em churrascaria de SP

Os quatro homens envolvidos no sequestro de Ramiro Campelo, ex-prefeito de Valença, foram presos durante um encontro em uma churrascaria em São Paulo para fazer a redistribuição do dinheiro obtido por meio de negociação do resgate com a família. A informação foi divulgada pelo delegado Cleandro Pimenta durante coletiva à imprensa no final da manhã desta segunda-feira (19). O ex-prefeito e empresário de 70 anos foi sequestrado em janeiro e liberado em na última segunda-feira (12) . Inicialmente, a polícia tinha divulgado que a vítima tinha sido liberada pelos sequestradores no estado do Espírito Santo. Porém a informação foi corrigida nesta manhã. Todos os presos foram apresentados na unidade de Polícia Civil, que fica no bairro da Pituba, em Salvador. Eles foram identificados como Carlos Eduardo Rabello, Márcio Reis dos Santos, André Luís Maciel Santos e Geraldo Alves de Carvalho. Todos foram detidos em flagrante, no município de Caçapava, no interior de São Paulo, às margens da Via Dutra. A polícia diz que todos os presos têm passagem pela polícia por assalto. Um deles, Márcio Reis dos Santos, de 42 anos, é morador de Salvador e já ficou preso por um período de 13 anos por roubo a banco. De acordo com delegado Cleandro Pimenta, o estado de saúde de Ramiro Campêlo é bom. Liberado pelos criminosos, o ex-prefeito pegou um táxi e seguiu para a casa de um dos filhos, que mora na capital baiana. A vítima chegou na residência por volta das 18h e apresentava uma fissura em um dos braços. “Ele se machucou, mas não foi por conta de agressão. Ele foi se movimentar dentro do cativeiro, aí ele levou uma queda e fissurou um dos ossos do braço”, declarou o delegado.

Acidente na BR-101 mata jovem de 23 anos da cidade de Itabuna

Um acidente automobilístico próximo ao município de Camacan matou no local o representante das Baterias Moura, em Itabuna, Hyago Nery, 23. A vítima era bastante conhecida em Itabuna como Hyago da Green House. Segundo a PRF, o acidente aconteceu por volta das 15h desta segunda-feira (19/2), no quilômetro 535 da BR-101. O Fiat Strada de placas OZO-1587, licença de Itabuna, em que Hyago dirigia, colidiu de frente com uma carreta cegonha. Hyago Nery ficou preso nas ferragens e morreu. O corpo do jovem foi encaminhado para o DPT de Itabuna. (Redação: Jackson Cristiano/Ubaitaba Urgente)

Forças Armadas e polícias Civil e Militar fazem operação na favela da Kelson’s, na Zona Norte do Rio

As Forças Armadas e agentes das polícias Civil e Militar realizam, na manhã desta terça-feira (20), uma operação na comunidade Kelson’s, na Zona Norte do Rio. A ação integrada das forças de segurança teve início na noite desta segunda (19), com a ocupação do Arco Metropolitano e de rodovias que vêm de outros estados e passam pelo Rio de Janeiro, como a BR-116, na Baixada Fluminense.

De acordo com o Comando Militar do Leste (CML), também há uma terceira linha de ocupações de acesso às comunidades do Salgueiro, em São Gonçalo, e do Chapadão e Pedreira, também na Zona Norte do Rio.

“Trata-se, então, da maior operação já realizada pelas Forças Armadas, pelas forças de segurança integradas desde o início das operações em julho do ano passado. Em termos de ocupação de espaço, vem desde as divisas do estado até o interior da cidade do Rio de Janeiro, e em três linhas de ocupação”, afirmou o coronel Roberto Itamar, porta-voz do Comando Militar do Leste.

A favela da Kelson’s fica ao lado do Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA), considerado o maior e mais diversificado centro de formação de praças da Marinha do país. Desde o começo do ano, a segurança no local foi reforçada após dois episódios de ameaças aos militares, como mostrou matéria especial do G1.

Carnaval da Ilha Grande de Camamu levou alegria e curtição à foliões

Considerado como o melhor carnaval dos últimos anos, a folia deixou  visitantes e nativos com um gostinho de quero mais.

Praia, sol, shows de qualidade e gente bonita. Não. Não estamos falando do carnaval de Salvador. Essa mistura de cores, paisagens e ritmos foi apreciada por quem escolheu curtir os 04 dias da festa momesca na Ilha Grande de Camamu. Com patrocínio do Governo do Estado e BahiaTursa, festa se consolida como um dos grandes eventos do interior da Bahia.

A folia teve início no sábado (10/02). Coube a banda Tagadá abrir os trabalhos com muito swing e animação. A primeira noite de festa contou ainda com a banda Kebraê e Tinno Flow. Já no domingo foi a vez dos “pratas da casa” darem o pontapé inicial. Os meninos da Totalmente D+, banda da localidade de Ilha Grande, fizeram o chão tremer com hits do momento como “Várias Novinhas” e “Elas Gostam”. A noite ainda foi animada pelas atrações Balada Beach, Tony Canabrava e Gato Mestre.
Em um dos dias mais aguardados de todo carnaval, a segunda-feira teve sua noite de festa novamente iniciada pela banda Totalmente D+, numa apresentação especial que foi transmitida ao vivo para todo o Brasil pela TV Aratu/SBT. Dando continuidade, tivemos também os sucessos Pirilampo, Vitrine do Amor e Bonde do Andrezão. E para fechar com chave de ouro, a terça-feira gorda chegou e trouxe consigo as bandas Mania de Amar, Kuartel da Farra e Turma da Catuaba.
A prefeita Ioná Queiroz ressaltou a importância de se realizar eventos dessa magnitude em nossa cidade e disse que isso ajuda a elevar localidades como a Ilha Grande ao patamar de ponto turístico do Baixo Sul da Bahia. (Ascom/Camamu)
Veja a cobertura completa:
































































Leia Mais »

Prefeitura promove capacitação aos servidores da Rede SUAS.

Foi realizado nos dias 07, 08 e 09 de fevereiro um evento de capacitação para os colaboradores da Secretaria de Assistência Social do município de Camamu.


Com o tema “Aprimorando a Visão do Bem Estar Social”, a capacitação teve como objetivo atualizar aqueles que levam o serviço prestado pela SEMAS ao povo de Camamu, acerca das novidades e métodos de trabalho da Rede SUAS.


Capacitação profissional sempre foi um compromisso da Prefeita Ioná Queiroz, que considera “o aprimoramento do servidor como uma forma de entregar ao cidadão camamuense um serviço de maior qualidade e com mais respeito e dignidade”.
Outras capacitações nos mais diversos setores da administração municipal estão programadas para ocorrer durante o ano.

(ASCOM-Prefeitura Municipal de Camamu)

CARNACRAS anima a melhor idade.

A  Prefeitura de  Camamu entrou em ritmo de Carnaval mais cedo. Iniciou as suas programações com um lindo evento promovido para o pessoal da terceira idade no Mercado de Artesanato, no último dia 08 de fevereiro. Cerca de 60 idosos, acompanhantes e funcionários curtiram o carnaval de marchinhas com uma decoração esfuziante. Foi muito animado o Carnaval “ÔÔÔ ABRE ALAS PARA A ALEGRIA”.

Promovido pelo CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, este evento garantiu socialização, lazer e visibilidade aos idosos da nossa cidade, confirmando assim uma das prioridades da Prefeita Ioná Queiroz, que é a humanização no tratamento dispensado aos nossos cidadãos. (Ascom/Camamu)

Clique para exibir o slide.

Definida programação dos blocos que animarão o Carnaval de Itacaré

Além das grandes bandas que vão animar o carnaval de Itacaré, os tradicionais blocos alternativos estarão levando muita mais alegria e descontração para os diversos pontos da cidade, garantindo a cultura e a tradição da cidade. E a programação dos blocos começa mais cedo, nesta quinta-feira, às 16 horas, com o 1º CarnaSocial, um bloco da Secretaria de  Desenvolvimento Social que contará com a presença de pessoas e familiares assistidos com os programas sociais desenvolvidos em Itacaré. Em seguida, às 19 horas, será a vez da alegria e da irreverência do bloco As Desconcentradas, com as mulheres desfilando pelo bairro da Pituba.

Na sexta-feira o desfile dos blocos começa com o tradicional Bloco da Paz, às 16 horas, seguindo com o bloco infantil da escola João Gomes de Sá, Afoxé e também um trio elétrico com guitarra baiana. No sábado a Prefeitura de Itacaré coloca um trio elétrico para fazer a alegria dos foliões no percurso Praça do Canhão/Praia da Concha, a partir das 11 horas da manhã.

A animação fica por conta da banda Bonde do Andrezão. À tarde, a partir das 14h30min, desfilarão os blocos É do Samba, Bruta Raça, Amigos da Fé e Bloco Os Thucos.

No domingo a festa continua a partir das 11 horas da manhã com o trio elétrico no percurso Praça do Canhão/Praia da Concha, dessa vez animado pelo Padre Ednaldo e Banda com ritmos variados e grandes sucessos do carnaval. A partir das 13 horas a folia será comandada pelo Bloco As Periquetes, seguindo com os blocos Fantasminha, A Laranjada, Heróis e Vilões e Sensação, encerrando a noite dos blocos.

Na segunda-feira o bloco de pipocas começa às 11 horas da manhã, na Praça do Canhão, com a Banda Sparta. A tarde começa com a alegria dos blocos Pescador, As Trepadeiras, Me Siga e a Turma do Guetho. Na terça a programação de blocos continua com o trio elétrico saindo com a galera do pipoca às 11 horas da manhã novamente da Praça do Canhão seguindo até a Praia da Concha. E à tarde será a vez do bloco TDB.

PALCOS – Já nos palcos a festa começa na noite de sábado, às 21 horas, com a dupla Thaine e Thainá. Às 23 horas será a vez do Grupo Revelação comandar a alegria da primeira noite do carnaval de Itacaré, seguindo com DJ às 21 horas e a banda Pegada Nova às 2 horas da manhã.

No domingo a festa começa no palco às 21 horas com a Banda A Massa, seguindo às 23 horas com Guig Ghetto. Logo depois será a vez de DJ e a prata da casa Abaga encerrando a segunda noite do carnaval. Na segunda-feira a festa continua também às 21 horas com JP no Capricho, seguindo com a pegada do Lordão, às 23 horas, DJ e às 2 horas com Rosy e Banda. O último dia do carnaval de Itacaré será aberto ás 21 horas com Marly Brasil, seguindo com o reggae de Edson Gomes, às 23 horas. Logo depois comandam o palco o DJ e a banda Bandana, encerrando com chave de ouro o carnaval 2018. (Ascom/Itacaré)

 

error: Conteúdo pertence ao grupo Maraú Notícias!